Página 3 de 3 PrimeiroPrimeiro 123
Resultados 81 a 104 de 104

Tópico: Consumo V-STROM 1000 modelo novo

  1. #81
    Avatar de frank.alencar

    Data de Ingresso
    12/2015
    Localização
    bsb / DF
    Moto
    dl 1000
    Marca
    suzuki
    Ano
    2014
    Posts
    108
    Eu tinha uma TDM 900 que era muito econômica,gosto muito da DL 1000 .
    Poderia ter um tanque de 26L ou ser mais econômica.

    Enviado de meu SM-G930F usando Tapatalk

  2. #82
    Avatar de Pasqua

    Data de Ingresso
    09/2016
    Localização
    interior de SP / SP
    Moto
    V Strom 1000
    Marca
    Suzuki
    Ano
    2016
    Posts
    127
    A minha VS 1000 16/17 tem feito em torno de 15/16 na cidade e 19/20 na estrada.
    Acho razoável para uma moto 1000.
    Podia ser melhor?Podia, mas...

  3. #83
    Avatar de Bonsi

    Data de Ingresso
    05/2013
    Localização
    Florianópolis / SC
    Moto
    V-Strom 1000
    Marca
    Suzuki
    Ano
    2016
    Posts
    253
    Outro dia fiz um passeio de uns 300km acompanhando um grupo de Harleiros (chegava a dar sono) e a motinha fez uma média de 26,4km/l andando entre 80 e 100km/h. Mas a média normal no meu caso é sempre 17km/l.

  4. #84
    Avatar de Emmerson

    Data de Ingresso
    04/2016
    Localização
    Maringá / PR
    Moto
    LD 150
    Marca
    Lambretta
    Ano
    1958
    Posts
    34
    E o pessoal das harley deveriam fazer uns 10 km/l nesta tocada.....

  5. #85
    Avatar de adrianoh2

    Data de Ingresso
    07/2015
    Localização
    Florianópolis / SC
    Moto
    XRE 300
    Marca
    Honda
    Ano
    2015
    Posts
    42
    Citação Postado originalmente por Bonsi Ver Post
    Outro dia fiz um passeio de uns 300km acompanhando um grupo de Harleiros (chegava a dar sono) e a motinha fez uma média de 26,4km/l andando entre 80 e 100km/h. Mas a média normal no meu caso é sempre 17km/l.
    Bonsi, eu vi uma usada V Strom 1000 e me interessei, mas eu tenho tocada leve... mas como deve saber, Florianópolis é o caos no transito, e é aqui que vou usa-la. Como tem sido sua média mais recente? Alguma dificuldade com o tamanho da moto usando ela no trânsito? Alguma dica ao avaliar a compra de uma usada, algum defeito com maior frequência neste modelo? Se puder ajudar, seria realmente até um fator decisivo por optar pela 1000 ou 650. A razão é que quero usa-la para viajar, mas farei dela também minha moto do dia a dia do norte da ilha ao centro todo dia. Se puder passar alguma dica seria de grande ajuda.

  6. #86
    Avatar de rodolfoc2

    Data de Ingresso
    10/2016
    Localização
    Águas de São Pedro / SP
    Moto
    V-Strom 1000 ABS
    Marca
    Suzuki
    Ano
    2016
    Posts
    313
    Nesta sua utilização, acho que tanto 650 quanto a 1000 vão atender da mesma maneira, mas não utilizaria em nenhuma cidade grande... cidade com trânsito eu indico uma scooter, a melhor coisa para andar tranquilo!
    Rodolfo

  7. #87
    Avatar de fnobtrega

    Data de Ingresso
    03/2016
    Localização
    Natal / RN
    Moto
    Vstrom DL 1000A
    Marca
    SUZUKI
    Ano
    2018
    Posts
    13
    Amigo, peguei uma agora modelo 2018. Não conheço o ruído da campana da antiga, mas posso lhe afirmar que ela tem um ruído bastante alto na campana. Quanto a entrega de torque é bastante suave em qualquer velocidade. Ando com ela na cidade e é bastante tranquilo, a não ser quando vai estacionar, mas já estou me acostumando.

  8. #88
    Avatar de Gustavo de Souza Pereira

    Data de Ingresso
    02/2016
    Localização
    Curitiba / PR
    Moto
    DL 650 V-Strom
    Marca
    SUZUKI
    Ano
    2011/2011
    Posts
    17
    Citação Postado originalmente por adrianoh2 Ver Post
    Bonsi, eu vi uma usada V Strom 1000 e me interessei, mas eu tenho tocada leve... mas como deve saber, Florianópolis é o caos no transito, e é aqui que vou usa-la. Como tem sido sua média mais recente? Alguma dificuldade com o tamanho da moto usando ela no trânsito? Alguma dica ao avaliar a compra de uma usada, algum defeito com maior frequência neste modelo? Se puder ajudar, seria realmente até um fator decisivo por optar pela 1000 ou 650. A razão é que quero usa-la para viajar, mas farei dela também minha moto do dia a dia do norte da ilha ao centro todo dia. Se puder passar alguma dica seria de grande ajuda.

    Olá Adriano!

    Então, venho de uma XRE 300 RALLY 2014/2015.
    Troquei na V-Strom 1000 ABS em junho/2017.
    Também utilizo a moto na cidade, em Curitiba.
    A dificuldade que senti na V-Strom é quando preciso trocar de corredor, quando o espaço é muito curto, porque ela esterça bem menos que a XRE. Apesar disso, houve um compensação, pois a XRE é mais alta, e já ocorreu de quase cair ao pisar em falso no corredor. Na VS1000 é mais tranquilo, ela é mais baixa. Tirando essa questão da mudança de corredor, a VS1000 vai bem no trânsito de Curitiba, que deve ser semelhante ao de Floripa.
    Inicialmente, estava interessado na V-STROM 650 XT, mas como a diferença de valor não era lá tão grande, mas a diferença entre as motos é, peguei a 1000.
    Já rodei 14200km com a moto. O uso é como o teu, na cidade e em viagem. Até o momento não tive problema.
    Quanto a pegar uma usada, só se o antigo proprietário for muito desleixado.
    Pelo que pesquisei antes de comprar, não ouvi reclamação. Acho que o maior problema dela é o tal barulho na embreagem. Apesar do barulho, quando desmontam o conjunto e tiram as medidas, tudo está ok, apenas o barulho que incomoda alguns. Na minha ainda não apareceu esse barulho.
    Bom, a moto é um TESÃO. Muito forte, confortável. Numa viagem de 1800km, o computador marcou média 17,1km/l, sendo eu, garupa, e 3 bauletos. O que percebi com parando a viagens curtas, quando foi apenas um bauleto, é que a média fica bem melhor, em torno de 20km/l, isso rodando a 100~120km/h, e com alguns picos até 190km/h para ultrapassar uma fila gigantesca de carros, carretas/caminhões.
    O Seguro, pensei que fosse ser mais caro, saiu R$ 2.222,00, pela Porto Seguro, completíssimo, com direito à carta verde, se necessário. Nesse valor a franquia fica R$ 5.000,00. Se quiser franquia reduzida o seguro vai para uns R$ 2.400,00. Pela Suhai ficaria R$ 1600, só furto/roubo e 90% tabela fipe. CARO pelo que oferece.

    Acho que é isso, se esqueci de algo, é só perguntar.

    Abraço.

  9. #89
    Avatar de adrianoh2

    Data de Ingresso
    07/2015
    Localização
    Florianópolis / SC
    Moto
    XRE 300
    Marca
    Honda
    Ano
    2015
    Posts
    42
    Citação Postado originalmente por Gustavo de Souza Pereira Ver Post
    Olá Adriano!

    Então, venho de uma XRE 300 RALLY 2014/2015.
    Troquei na V-Strom 1000 ABS em junho/2017.
    Também utilizo a moto na cidade, em Curitiba.
    A dificuldade que senti na V-Strom é quando preciso trocar de corredor, quando o espaço é muito curto, porque ela esterça bem menos que a XRE. Apesar disso, houve um compensação, pois a XRE é mais alta, e já ocorreu de quase cair ao pisar em falso no corredor. Na VS1000 é mais tranquilo, ela é mais baixa. Tirando essa questão da mudança de corredor, a VS1000 vai bem no trânsito de Curitiba, que deve ser semelhante ao de Floripa.....
    Abraço.

    Show cara... eu fiquei esperando um bom momento, e acabei aguardando a vinda da nova 650 xt. Vamos ver o que vai acontecer com os valores. Eu sofri uma queda recentemente com óleo na pista com a XRE, e falo sinceramente, fiquei cagão com a moto, simplesmente perdi a confiança da direção... horrível isso. Ainda bem que eu estava todo equipado na hora da queda e sozinho. Mas, ainda me sinto fora do esquadro na hora de andar. A minha XRE tem os seus problemas, mas gosto quando eu vou com ela na praia, pois na areia a moto fica muito boa. Porém, com o preço da gasolina, e minha distância de 60km diários, mais o cagão no morro da lagoa, por onde o caminho é menor, fiquei com ela encostada para o trabalho. Fazendo as contas, acabei optando pelo ônibus temporariamente, pois até na moto, não estava compensando a gasolina, mesmo fazendo 27km/l a 30km/l com ela (sim sou bem tiozão). Ja morei em Curitiba, e confesso, tirando a chuva, é muito melhor andar ai do que aqui. Pensa em malucada agora na temporada, gente que não sabe parar para tirar foto e usar o celular, tem que fazer dentro do carro. Não é atoa, que vejo mais de 2 acidentes por dia com moto. Aliada as péssimas estradas, óleo de caminhão e lixeiros escorrendo pela pista, mais a constante leva de turista, e os roubos, Florianópolis deixou de ser um bom lugar para moto. Eu e minha esposa escolhemos os horários para sair, nos programamos quando precisamos voltar, tudo para não enfrentar as loucuras do transito. Como tudo não é perfeito, sei que o risco sorte está envolvido, mas confesso, que mesmo adorando andar de moto, as pessoas estão deixando cada dia a cortesia e o cuidado para o lado. Parei em um acidente aqui, na SC 401 para ajudar, e a resposta do motorista do carro que fechou o motoqueiro fazendo ultrapassagem pela direita foi: "Eu tenho seguro, enfio o carro onde quiser. Se ele não viu o problema é dele!". Ando com proteção, roupa (sim mesmo no calor do inferno), luvas, e os CGzeiros de chinelo, cortando a frente, fazendo loucuras e comprometendo até a gente que anda corretamente. Hoje, estou pensando na V Strom, mais como meio de passeio que transporte. Por isso vou aguardar...
    Foi mal o desabafo!

  10. #90
    Avatar de Eduardo Caborteiro

    Data de Ingresso
    03/2014
    Localização
    Porto Alegre / RS
    Moto
    DL 650 A V-Strom
    Marca
    Zuzuki
    Ano
    17/18
    Posts
    3.818
    Isso passa, calma-te!
    sou ninja

  11. #91
    Avatar de diogomail

    Data de Ingresso
    03/2014
    Localização
    Maceió / AL
    Moto
    R1200GS Premium+
    Marca
    BMW
    Ano
    2017
    Posts
    1.041
    Citação Postado originalmente por adrianoh2 Ver Post
    Show cara... eu fiquei esperando um bom momento, e acabei aguardando a vinda da nova 650 xt. Vamos ver o que vai acontecer com os valores. Eu sofri uma queda recentemente com óleo na pista com a XRE, e falo sinceramente, fiquei cagão com a moto, simplesmente perdi a confiança da direção... horrível isso. Ainda bem que eu estava todo equipado na hora da queda e sozinho. Mas, ainda me sinto fora do esquadro na hora de andar. A minha XRE tem os seus problemas, mas gosto quando eu vou com ela na praia, pois na areia a moto fica muito boa. Porém, com o preço da gasolina, e minha distância de 60km diários, mais o cagão no morro da lagoa, por onde o caminho é menor, fiquei com ela encostada para o trabalho. Fazendo as contas, acabei optando pelo ônibus temporariamente, pois até na moto, não estava compensando a gasolina, mesmo fazendo 27km/l a 30km/l com ela (sim sou bem tiozão). Ja morei em Curitiba, e confesso, tirando a chuva, é muito melhor andar ai do que aqui. Pensa em malucada agora na temporada, gente que não sabe parar para tirar foto e usar o celular, tem que fazer dentro do carro. Não é atoa, que vejo mais de 2 acidentes por dia com moto. Aliada as péssimas estradas, óleo de caminhão e lixeiros escorrendo pela pista, mais a constante leva de turista, e os roubos, Florianópolis deixou de ser um bom lugar para moto. Eu e minha esposa escolhemos os horários para sair, nos programamos quando precisamos voltar, tudo para não enfrentar as loucuras do transito. Como tudo não é perfeito, sei que o risco sorte está envolvido, mas confesso, que mesmo adorando andar de moto, as pessoas estão deixando cada dia a cortesia e o cuidado para o lado. Parei em um acidente aqui, na SC 401 para ajudar, e a resposta do motorista do carro que fechou o motoqueiro fazendo ultrapassagem pela direita foi: "Eu tenho seguro, enfio o carro onde quiser. Se ele não viu o problema é dele!". Ando com proteção, roupa (sim mesmo no calor do inferno), luvas, e os CGzeiros de chinelo, cortando a frente, fazendo loucuras e comprometendo até a gente que anda corretamente. Hoje, estou pensando na V Strom, mais como meio de passeio que transporte. Por isso vou aguardar...
    Foi mal o desabafo!
    O tempo é o melhor aliado para curar as feridas físicas e psicológicas.
    Não se apresse!
    Desejo bons ventos...

    Diogo Emanuel Maia | Tapatalk Pro
    Diogo Emanuel Maia

  12. #92
    Avatar de Gustavo de Souza Pereira

    Data de Ingresso
    02/2016
    Localização
    Curitiba / PR
    Moto
    DL 650 V-Strom
    Marca
    SUZUKI
    Ano
    2011/2011
    Posts
    17
    Citação Postado originalmente por adrianoh2 Ver Post
    Show cara... eu fiquei esperando um bom momento, e acabei aguardando a vinda da nova 650 xt. Vamos ver o que vai acontecer com os valores. Eu sofri uma queda recentemente com óleo na pista com a XRE, e falo sinceramente, fiquei cagão com a moto, simplesmente perdi a confiança da direção... horrível isso. Ainda bem que eu estava todo equipado na hora da queda e sozinho. Mas, ainda me sinto fora do esquadro na hora de andar. A minha XRE tem os seus problemas, mas gosto quando eu vou com ela na praia, pois na areia a moto fica muito boa. Porém, com o preço da gasolina, e minha distância de 60km diários, mais o cagão no morro da lagoa, por onde o caminho é menor, fiquei com ela encostada para o trabalho. Fazendo as contas, acabei optando pelo ônibus temporariamente, pois até na moto, não estava compensando a gasolina, mesmo fazendo 27km/l a 30km/l com ela (sim sou bem tiozão). Ja morei em Curitiba, e confesso, tirando a chuva, é muito melhor andar ai do que aqui. Pensa em malucada agora na temporada, gente que não sabe parar para tirar foto e usar o celular, tem que fazer dentro do carro. Não é atoa, que vejo mais de 2 acidentes por dia com moto. Aliada as péssimas estradas, óleo de caminhão e lixeiros escorrendo pela pista, mais a constante leva de turista, e os roubos, Florianópolis deixou de ser um bom lugar para moto. Eu e minha esposa escolhemos os horários para sair, nos programamos quando precisamos voltar, tudo para não enfrentar as loucuras do transito. Como tudo não é perfeito, sei que o risco sorte está envolvido, mas confesso, que mesmo adorando andar de moto, as pessoas estão deixando cada dia a cortesia e o cuidado para o lado. Parei em um acidente aqui, na SC 401 para ajudar, e a resposta do motorista do carro que fechou o motoqueiro fazendo ultrapassagem pela direita foi: "Eu tenho seguro, enfio o carro onde quiser. Se ele não viu o problema é dele!". Ando com proteção, roupa (sim mesmo no calor do inferno), luvas, e os CGzeiros de chinelo, cortando a frente, fazendo loucuras e comprometendo até a gente que anda corretamente. Hoje, estou pensando na V Strom, mais como meio de passeio que transporte. Por isso vou aguardar...
    Foi mal o desabafo!
    Olá Adriano!
    Então, também sofri uma queda, em 10/05/2018. Fui almoçar em casa e estava voltando para o trabalho, por volta das 14h, quando numa via rápida, a tiazinha que estava na faixa à minha direita veio para cima de mim. Deu tempo nem de frear. Fui arrastando no asfalto junto com a moto. Torci o pé esquerdo e tive alguns ralados de leve. Ainda bem que estava sozinho na moto. Naquele dia estava sem luva (pequei nisso), mas ralei pouco as mãos e um pouco o cotovelo. A jaqueta de couro segurou bem, se não fosse ela acredito que teria sido pior o ralado. O problema maior foi pé. Ainda não está 100%, mas esses dias até consegui voltar a correr. Só que sinto uma certa limitação no movimento do pé (cambiar na motoca deve ser um ótimo exercício hehehehe). Não está como o outro. É como disse o Diogo, questão de tempo para curar. E nessas infelicidades também aprendemos, refletimos mais sobre nossa vida. E quanto medo, o jeito é encará-lo pilotando. Acho que com isso (medo) passarei a pilotar ainda com mais cautela, mais ligado no que os demais veículos podem fazer em determinadas circunstâncias. Acho que a perda do medo pode até ser prejudicial em alguns casos.

    Quanto aos danos materiais, a seguradora da tiazinha deu PT na V-Strom. Acredito que o PT foi em razão de a moto parar só após bater contra o meio-fio. Daí danificou roda, suspensão dianteira, painel etc., peças caríssimas que atingem os 75% do valor da bem, o que para fins de seguro resulta em perda total.

    Depois de muita enrolação, a seguradora me pagou a indenização. Como a moto era financiada (loucura que não pretendo mais fazer), parte da indenização foi para quitar o contrato e fiquei com o remanescente.
    Apesar dessa infelicidade, rodei bons quilômetros com a moto. Em 9 meses foram 23.000 km.

    Agora, estou procurando outra moto. Desde maio sem moto é duro hehehehehehehehe...

    Com o remanescente, pelo que pesquisei, tem V-Strom 1000 2008/2009 de R$ 21.000 a R$ 23.000, de 35.000 km a 55.000 km (me apaixonei pela VS). Nunca andei nesse modelo, acho ele bem bonito. Falam do problema da embreagem, não sei se é geral. Outra opção é a V-Strom 650, daquele modelo até 2013. Encontrei na mesma faixa de preço da 1000. A emoção fala forte pela 1000, mas fico pensando se vale a pena pegar uma moto já com 10 anos, ou se compensa pegar a 650, por ser um pouco mais nova (agradeço a quem quiser opinar sobre isso) e também mais econômica. Daí também pensei em outras opções, como Versys 650, Xl 700 Transalp, NC 750 X e CB 500 X.

    Vamos ver o que mercado de motos usadas e a fortuna me apresentarão.

    Abraço!

  13. #93
    Avatar de LLM

    Data de Ingresso
    08/2015
    Localização
    Santa Rita do Sapucaí / MG
    Moto
    Tiger Explorer XCx
    Marca
    Triumph
    Ano
    2017
    Posts
    2.259
    Citação Postado originalmente por Gustavo de Souza Pereira Ver Post
    Olá Adriano!
    Então, também sofri uma queda, em 10/05/2018. Fui almoçar em casa e estava voltando para o trabalho, por volta das 14h, quando numa via rápida, a tiazinha que estava na faixa à minha direita veio para cima de mim. Deu tempo nem de frear. Fui arrastando no asfalto junto com a moto. Torci o pé esquerdo e tive alguns ralados de leve. Ainda bem que estava sozinho na moto. Naquele dia estava sem luva (pequei nisso), mas ralei pouco as mãos e um pouco o cotovelo. A jaqueta de couro segurou bem, se não fosse ela acredito que teria sido pior o ralado. O problema maior foi pé. Ainda não está 100%, mas esses dias até consegui voltar a correr. Só que sinto uma certa limitação no movimento do pé (cambiar na motoca deve ser um ótimo exercício hehehehe). Não está como o outro. É como disse o Diogo, questão de tempo para curar. E nessas infelicidades também aprendemos, refletimos mais sobre nossa vida. E quanto medo, o jeito é encará-lo pilotando. Acho que com isso (medo) passarei a pilotar ainda com mais cautela, mais ligado no que os demais veículos podem fazer em determinadas circunstâncias. Acho que a perda do medo pode até ser prejudicial em alguns casos.

    Quanto aos danos materiais, a seguradora da tiazinha deu PT na V-Strom. Acredito que o PT foi em razão de a moto parar só após bater contra o meio-fio. Daí danificou roda, suspensão dianteira, painel etc., peças caríssimas que atingem os 75% do valor da bem, o que para fins de seguro resulta em perda total.

    Depois de muita enrolação, a seguradora me pagou a indenização. Como a moto era financiada (loucura que não pretendo mais fazer), parte da indenização foi para quitar o contrato e fiquei com o remanescente.
    Apesar dessa infelicidade, rodei bons quilômetros com a moto. Em 9 meses foram 23.000 km.

    Agora, estou procurando outra moto. Desde maio sem moto é duro hehehehehehehehe...

    Com o remanescente, pelo que pesquisei, tem V-Strom 1000 2008/2009 de R$ 21.000 a R$ 23.000, de 35.000 km a 55.000 km (me apaixonei pela VS). Nunca andei nesse modelo, acho ele bem bonito. Falam do problema da embreagem, não sei se é geral. Outra opção é a V-Strom 650, daquele modelo até 2013. Encontrei na mesma faixa de preço da 1000. A emoção fala forte pela 1000, mas fico pensando se vale a pena pegar uma moto já com 10 anos, ou se compensa pegar a 650, por ser um pouco mais nova (agradeço a quem quiser opinar sobre isso) e também mais econômica. Daí também pensei em outras opções, como Versys 650, Xl 700 Transalp, NC 750 X e CB 500 X.

    Vamos ver o que mercado de motos usadas e a fortuna me apresentarão.

    Abraço!
    Que coisa Gustavo! Ainda bem que você está bem é quase 100%.
    A gente precisa mesmo tomar muito cuidado com os motoristas. Muitas vezes eles olham para o retrovisor a procura de um carro e, mesmo enxergando a moto, eles não nos vêem. E aí dá nisso.
    Eu nunca fico do lado de carros e caminhões e ultrapasso no menor tempo possível.
    Quanto a moto, a DL 1000, assim como a DL650, possui fama de ser muito robusta. A questão da campana, até onde sei, é só um barulho que não afeta no funcionamento da moto. Eu não teria muito receio de pegar uma 2009 bem cuidada. Pessoalmente, acho que iria na 1000.
    Mas concordo com você. A DL650 já dá conta do recado.

    Enviado de meu AGM X2 usando o Tapatalk

  14. #94
    Avatar de Eduardo Caborteiro

    Data de Ingresso
    03/2014
    Localização
    Porto Alegre / RS
    Moto
    DL 650 A V-Strom
    Marca
    Zuzuki
    Ano
    17/18
    Posts
    3.818
    Tu já visse o preço de barbada que a Suzuki está fazendo nas motos? Eu não vacilaria em aproveitar em pagar uma 650 nova, se o orçamento assim permitir.
    sou ninja

  15. #95
    Avatar de Gustavo de Souza Pereira

    Data de Ingresso
    02/2016
    Localização
    Curitiba / PR
    Moto
    DL 650 V-Strom
    Marca
    SUZUKI
    Ano
    2011/2011
    Posts
    17
    Citação Postado originalmente por LLM Ver Post
    Que coisa Gustavo! Ainda bem que você está bem é quase 100%.
    A gente precisa mesmo tomar muito cuidado com os motoristas. Muitas vezes eles olham para o retrovisor a procura de um carro e, mesmo enxergando a moto, eles não nos vêem. E aí dá nisso.
    Eu nunca fico do lado de carros e caminhões e ultrapasso no menor tempo possível.
    Quanto a moto, a DL 1000, assim como a DL650, possui fama de ser muito robusta. A questão da campana, até onde sei, é só um barulho que não afeta no funcionamento da moto. Eu não teria muito receio de pegar uma 2009 bem cuidada. Pessoalmente, acho que iria na 1000.
    Mas concordo com você. A DL650 já dá conta do recado.

    Enviado de meu AGM X2 usando o Tapatalk
    Na estrada sempre procuro ultrapassar rápido qualquer veículo. No caso do acidente foi na cidade, estava chegando num cruzamento e, como iria virar à esquerda, me mantive naquela faixa, local onde é obrigatório virar. A dona que estava ao meu lado estava na segunda faixa, cujo sento era ir reto, mas ela mudou de ideia.

    Bom, a vontade é de ir na 1000 mesmo, até mesmo porque está difícil de achar 650. Parece que quem tem não quer vender. 1000 só encontrei 3 na minha região. Isso na OLX, mas vou dar umas pesquisadas em lojas.

    Valeu pela opinião.

    Abraço.

  16. #96
    Avatar de Gustavo de Souza Pereira

    Data de Ingresso
    02/2016
    Localização
    Curitiba / PR
    Moto
    DL 650 V-Strom
    Marca
    SUZUKI
    Ano
    2011/2011
    Posts
    17
    Citação Postado originalmente por Eduardo Caborteiro Ver Post
    Tu já visse o preço de barbada que a Suzuki está fazendo nas motos? Eu não vacilaria em aproveitar em pagar uma 650 nova, se o orçamento assim permitir.
    É, o anúncio da Suzuki, 50% de entrada e o restante em 24x de 892, na 650 XT é uma boa. Só que daí penso que o valor da parcela me proporciona ainda mais viagens numa moto quitada, e não sendo possível viajar, o dinheiro fica guardado. E hoje em dia não iria numa 0km mesmo com dinheiro para pagar à vista, pois há DL 650 2017/2018, equipada com protetor de punho, protetor de tanque, protetor de cárter, cavalete central, suporte de bau lateral, e vai com bau traseiro, com 9 mil km, por R$ 30.000. A zero km é gostoso de pegar e tal, mas daí tem toda a documentação, mais a instalação de todos esses acessórios.
    Mas valeu pela sugestão!

  17. #97
    Avatar de roni

    Data de Ingresso
    03/2014
    Localização
    Americana / SP
    Moto
    DL1000A
    Marca
    Suzuki
    Ano
    2016
    Posts
    213
    Citação Postado originalmente por Bonsi Ver Post
    Outro dia fiz um passeio de uns 300km acompanhando um grupo de Harleiros (chegava a dar sono) e a motinha fez uma média de 26,4km/l andando entre 80 e 100km/h. Mas a média normal no meu caso é sempre 17km/l.
    Outro dia acompanhei com garupa e bau por um trecho uma F800GS e outra moto na Bandeirantes, eles estavam com pressa.. media deu 11,5km/l...

  18. #98
    Avatar de Rromagnani

    Data de Ingresso
    02/2014
    Localização
    São Paulo / SP
    Moto
    R1200GS
    Marca
    BMW
    Ano
    2015
    Posts
    7.574
    A questão do consumo está diretamente ligada à torção do punho direito!

    No meu caso já cheguei a fazer 12 kms/l e também 22 kms/l entre 80/90 kms/h na média sempre entre 15 e 17 kms/l.


    Enviado do meu iPad usando Tapatalk Pro
    Boas curvas a todos
    Roberto

    Site - www.aventuraeliberdade.com.br
    Instagram - RROMAGNANI
    Canal Youtube - Aventura e Liberdade

  19. #99
    Avatar de Franz DF

    Data de Ingresso
    08/2016
    Localização
    Brasília / DF
    Moto
    Tiger 800 XRX
    Marca
    Triumph
    Ano
    2017
    Posts
    182
    Pois é, o consumo além de estar ligada diretamente ao punho, também está ligado ao local onde você mora, explico: Sempre quando me perguntam quantos quilômetros minha moto ou carro faz por litro eu respondo: "Eu faço X km/l, e moro em Brasília".

    Por quê a explicação do local onde moro, porque quem já veio à Brasília sabe que a cidade é plana e cheia de retas, isso ajuda a melhorar o consumo; se você ainda fizer sua parte e conduzir de forma tranquila você economiza uma grana ao final do mês.

    Na cidade eu faço na minha Tiger 22 km/l e no KA 3 cilindros 16,8 a 17,1 km/l.

    No meu trajeto ao trabalho pego vias de 60, 70 e 80km não fico acelerando à toa, já saio cedo de casa e chego ao trabalho bem antes do meu horário; aprendi a curtir e não estressar no caminho,com certeza é muito melhor, pena que não aprendi isso antes.

    abraço
    Última edição por Franz DF; 3 Semanas Atrás às 08:57 AM.

  20. #100
    Avatar de LLM

    Data de Ingresso
    08/2015
    Localização
    Santa Rita do Sapucaí / MG
    Moto
    Tiger Explorer XCx
    Marca
    Triumph
    Ano
    2017
    Posts
    2.259
    Verdade. Moto numa cidade pequena e cheia de morro. Minha TEX faz 12km/L aqui...
    Tinha um Azera que fazia 3,5km/L...

    Enviado de meu AGM X2 usando o Tapatalk

  21. #101
    Avatar de Franz DF

    Data de Ingresso
    08/2016
    Localização
    Brasília / DF
    Moto
    Tiger 800 XRX
    Marca
    Triumph
    Ano
    2017
    Posts
    182
    Citação Postado originalmente por LLM Ver Post
    Verdade. Moto numa cidade pequena e cheia de morro. Minha TEX faz 12km/L aqui...
    Tinha um Azera que fazia 3,5km/L...

    Enviado de meu AGM X2 usando o Tapatalk
    Caraaaaaca, 3,5 km/l ???? Confesse meu amigo, você é um Sheik dono do petróleo né? kkkkkkkkkkkkkk

  22. #102
    Avatar de LLM

    Data de Ingresso
    08/2015
    Localização
    Santa Rita do Sapucaí / MG
    Moto
    Tiger Explorer XCx
    Marca
    Triumph
    Ano
    2017
    Posts
    2.259
    Citação Postado originalmente por Franz DF Ver Post
    Caraaaaaca, 3,5 km/l ???? Confesse meu amigo, você é um Sheik dono do petróleo né? kkkkkkkkkkkkkk
    Pois é Franz... Não dava para usar o carro aqui em Santa Rita... Hoje, um bate e volta na praça iria custar uns R$5,50...
    Não era fácil não.
    Eu só usava o carro na estrada, onde ele fazia de 8 a 12 km/L dependendo do pé.
    Mas esse foi o melhor carro que tive na vida. Ele colocava um sorriso no meu rosto em todas as viagens que fiz neste carro. Na cidade eu usava a minha saudosa XRE, que era bem econômica (fazia uns 20km/L mesmo aqui em Santa Rita).


    Enviado de meu AGM X2 usando o Tapatalk

  23. #103
    Avatar de Diego Ehmke

    Data de Ingresso
    10/2012
    Localização
    Jaraguá do Sul / SC
    Moto
    Xt1200Z Super Ténéré
    Marca
    Yamaha
    Ano
    2014
    Posts
    322
    tbm, V6 3.0.. imagino a estupides do bicho quando acelera :D
    (Ò.ó)“Você vive mais cinco minutos em cima de uma moto, do que algumas pessoas vivem a vida toda”
    Diego Ehmke
    Jaraguá do Sul, SC
    Minha EX Black/Green
    A Big Black

  24. #104
    Avatar de LLM

    Data de Ingresso
    08/2015
    Localização
    Santa Rita do Sapucaí / MG
    Moto
    Tiger Explorer XCx
    Marca
    Triumph
    Ano
    2017
    Posts
    2.259
    O meu era 2010, motor V6 3.3.
    Apesar de grande , o carro tinha uma agilidade incrível. A aceleração era garantia de diversão sempre...
    Citação Postado originalmente por Diego Ehmke Ver Post
    tbm, V6 3.0.. imagino a estupides do bicho quando acelera :D
    Enviado de meu AGM X2 usando o Tapatalk

Página 3 de 3 PrimeiroPrimeiro 123

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •